Notícias

Retrospectiva 2019

Prevenção às drogas e reinserção de usuários recebem investimento de mais de R$ 150 milhões em março

publicado: 24/12/2019 12h41, última modificação: 26/12/2019 14h15
No mês, o Ministério da Cidadania passa a financiar quase 11 mil vagas – o que representou um aumento de quatro vezes no número de postos. Entrega de veículos para a Assistência Social e seminário sobre a primeira infância também foram alguns dos destaques
47370352702_648ccfb2b4_k.jpg

- Foto: Mauro Vieira/Ministério da Cidadania

A prevenção ao uso de drogas e a reinserção social dos usuários é uma das linhas mestras da atuação do Ministério da Cidadania. E no mês de março, a área de cuidados se destacou entre as políticas públicas do governo federal: a pasta ampliou número de vagas financiadas em comunidades terapêuticas, alcançando quase 11 mil postos no total – o número é cerca de quatro vezes maior do que o registrado no ano anterior. Para a ampliação do atendimento, a pasta assinou novos contratos com 216 instituições que prestam serviços de acolhimento a pessoas com transtornos decorrentes do uso, abuso ou dependência de substâncias psicoativas. Ao todo, o governo federal destinou R$ 153,7 milhões para o tratamento de dependentes químicos.

Em março, ainda foram comemorados os 50 anos da instalação das comunidades terapêuticas no Brasil, na Câmara dos Deputados. A solenidade foi prestigiada pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra, e contou com a presença de representantes dessas instituições, além de pessoas atendidas em comunidades terapêuticas de várias localidades do país. A pasta também discutiu a prevenção às drogas com o Conselho Federal de Medicina e a Confederação dos Conselhos de Pastores do Brasil (Concepab).

Leia mais notícias da série de reportagens Retrospectiva 2019

Seminário Internacional

Especialistas internacionais e brasileiros no tema “primeira infância” discutiram e avaliaram, por dois dias, as políticas públicas voltadas para o desenvolvimento infantil. O Ministério da Cidadania promoveu o Seminário Internacional da Primeira Infância – O Melhor Investimento para Desenvolver uma Nação, que contou com a presença da primeira-dama, Michelle Bolsonaro.

O Programa Criança Feliz – maior programa em escala com foco na promoção do desenvolvimento infantil – foi destaque no Global Education and Skills Forum, que ocorreu em Dubai, nos Emirados Árabes. O fórum reuniu mais de 140 países para debater e moldar novas formas de educação para transformar o mundo. Na ocasião, o ministro Osmar Terra apresentou os avanços do programa e participou de encontro bilaterais.

Assistência Social

Entidades socioassistenciais da rede privada e municípios do Espírito Santo ganharam um reforço no atendimento à população: foram entregues 33 carros e seis micro-ônibus para a Rede de Proteção Social Básica e Especial do Sistema Único de Assistência Social (Suas). No total, 31 municípios foram beneficiados com um investimento de R$ 3,6 milhões do Ministério da Cidadania.

Auxílio a Brumadinho

Mais uma medida do governo federal voltada para as famílias mais pobres de Brumadinho (MG) garantiu um auxílio emergencial no valor de R$ 600,00 para beneficiários do Bolsa Família, do Benefício de Prestação Continuada (BPC) e da Renda Mensal Vitalícia para aliviar os impactos econômicos causados pelo rompimento da barragem com rejeitos de mineração, ocorrido em 25 de janeiro.

Incentivo à cultura

O ministro da Cidadania, Osmar Terra, participou da cerimônia de posse dos novos integrantes da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura (CNIC). A comissão é um órgão colegiado de assessoramento direto ao ministro ligado ao tema. A entidade é composta por 21 membros da sociedade civil que representam as entidades de classe dos setores cultural, artístico e do empresariado, todas de âmbito nacional. Vindos das cinco regiões brasileiras, os integrantes representam as áreas das artes cênicas, do audiovisual, da música, das artes visuais, do patrimônio cultural, de humanidades e do empresariado nacional.

Esporte

Três Centros de Iniciação ao Esporte (CIEs) foram inaugurados naquele mês: em  Pinhais (PR), São José do Rio Preto (SP) e em Franca (SP). As unidades já oferecem aulas em diversas modalidades olímpicas para a população local, como atletismo, basquete, boxe, handebol, judô, taekwondo, vôlei, esgrima, ginástica rítmica, badminton, levantamento de peso e tênis de mesa. Seis atividades paralímpicas (esgrima em cadeira de rodas, judô, alterofilismo, tênis de mesa, vôlei sentado e goalball) e uma não-olímpica (futsal) ainda foram incluídas na oferta de atividades para a comunidade.

Em março, também foram iniciados os Jogos Universitários Brasileiros, em Brasília, com a participação de alunos de nove estados. Na capital federal, também ocorreu o XV Fórum Nacional do Desporto Universitário.


Por André Luiz Gomes


Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa