Notícias

PRIMEIRA INFÂNCIA

Criança Feliz chega a mais de metade dos municípios brasileiros

publicado: 14/01/2020 17h44, última modificação: 14/01/2020 18h20
Dados do Ministério da Cidadania revelam que 274 prefeituras aderiram ao programa nos últimos meses
20180516_CF_Visita_Careiro_da_Várzea_RZ (28).jpg

Roseane da Encarnação e seu filho sendo atendidos pela visitadora Rose de Souza, em Careiro da Várzea/AM - Foto: Rafael Lampert Zart

 

O Criança Feliz, maior programa de visitação domiciliar para o desenvolvimento da primeira infância do mundo, está presente em mais da metade dos municípios brasileiros. Dados do Ministério da Cidadania revelam que, nos últimos meses, 274 prefeituras aderiram ao programa, somando 38,9 mil para vagas para atendimento de gestantes e crianças de 0 a três, ou de até 6 anos de idade, quando beneficiárias do Benefício de Prestação Continuada (BPC). Com isso, o programa chega a 69% dos municípios elegíveis no país. “Mais municípios estão engajados, estão preocupados com a primeira infância e estão dispostos a fornecer um programa de qualidade. Com essas novas adesões, chegamos a 69% dos municípios elegíveis, e 52% do total de municípios do país”, comemora a secretária nacional de Promoção do Desenvolvimento Humano, Ely Harasawa.

A cidade de Ribeirão Pires, no interior de São Paulo, é um dos municípios com adesão recente à iniciativa. Com cerca de 140 mil habitantes, a meta é atender 300 pessoas na primeira fase do programa. Para a secretária de assistência social do município, Elsa Iwasaki, será a oportunidade para melhor orientar as famílias no cuidado e acolhimento dos filhos, apostando em um futuro mais promissor para todos. “O município já ansiava por um programa desses. Conversando com a população, percebemos que há uma série de estigmas e desinformação envolvendo a gestação e a criação dos filhos. Esse programa vem para nos ajudar a mudar esse panorama e trazer informação e oportunidade para as pessoas”, aponta Elsa.

Crescimento

Ely Harasawa ressalta que um dos maiores desafios do programa é continuar a crescer, mas sem perder de vista a capacitação dos visitadores e supervisores que formam o Criança Feliz, responsáveis também pela qualidade do serviço prestado aos participantes. “Em três anos já temos resultados muito positivos. O nosso maior desafio é continuar avançando com o programa, mantendo a qualidade do serviço prestado, e só chegaremos lá com investimentos na qualificação dos profissionais que estão atuando lá na ponta, lá no município”, destaca.

Cerca de 25 mil profissionais, entre visitadores e supervisores, já realizaram 25,9 milhões de visitas nos 2.894 municípios participantes. A meta do governo federal é chegar a 2 milhões de famílias atendidas até o final deste ano.

Reconhecimento

Em setembro, o Criança Feliz conquistou um dos mais importantes prêmios na área da educação. O WISE Awards da Cúpula Mundial de Inovação para a Educação 2019 reconheceu o trabalho realizado pelo programa do governo federal como uma das mais inovadoras iniciativas na área. A premiação é uma iniciativa da Fundação Catar e é considerada uma das mais concorridas e prestigiadas do mundo. O programa competiu com mais de 480 projetos de vários países.

Por Henrique Jasper

Assessoria de Comunicação
Ministério da Cidadania

Informações para a imprensa:
(61) 2030-2266 / 2412
www.cidadania.gov.br/imprensa